Este mês, o Papa adverte sobre as consequências

que a falta de trabalho provoca na vida do homem

e realça que o desemprego fere a dignidade das pessoas

e mexe com os valores fundamentais da sua integridade.
 

“Peçamos, irmãos, pelo mundo do trabalho,

para que a todos se possa assegurar o respeito e a proteção dos seus direitos

e se dê aos desempregados a oportunidade de contribuir

com o trabalho para a construção do bem comum”,

pede explicitamente o Papa Francisco.
 

Para o Diretor Internacional da Rede Mundial de Oração do Papa 

e do Movimento Eucarístico Juvenil (MEJ), Padre Fréderic Fornos, sj,

o tema do emprego é “um dos principais desafios para os próximos anos”.

“É algo sobre o qual o mundo da política e a sociedade

devem trabalhar em conjunto para encontrar soluções sustentáveis e de longo prazo”, acrescentou.

Pág. 1 de 3
Top
Usamos cookies para garantir uma melhor navegação no site. Ao continuar a utilizar este site, está a dar o seu consentimento. Mais detalhes…