Conferência São Vicente Paulo

Conferência de São Vicente de Paulo de Nossa Senhora da Hora 2017/2018

 

“Não pensemos nos pobres apenas como destinatários de uma boa obra de voluntariado, que se pratica uma vez por semana, ou, menos ainda, de gestos improvisados de boa vontade para pôr a consciência em paz. Estas experiências, embora válidas e úteis a fim de sensibilizar para as necessidades de tantos irmãos e para as injustiças que frequentemente são a sua causa, deveriam abrir a um verdadeiro encontro com os pobres e dar lugar a uma partilha que se torne estilo de vida” (Mensagem do Papa para o 1.º Dia Mundial dos Pobres 2017).

 

A CSVP tem vindo a crescer, no número de elementos (atualmente são 18) e na qualidade do serviço prestado, através de uma formação permanente mais consistente e da abertura de horizontes, no cuidado pastoral e na evangelização dos pobres.

 

I.Aposta na formação vicarial, especialmente centrada na Caridade

 

1. Participação no Dia Vicarial de Reflexão, a 1 dezembro, na Casa Diocesana de Vilar.

2. Participação nos três encontros vicariais de formação aberta (às segundas-feiras, às 21h30): 13 de novembro, 19 de fevereiro e 14 de maio.

3. Inscrição de alguns membros na Escola Vicarial da Caridade, que abre a 20 de novembro. Na sessão de abertura, todos as pessoas da pastoral sociocaritativa são convidadas a participar.

4.     Participação no 3.º encontro de cuidadores, a 17 de junh0, na Casa Diocesana de Vilar.

 

II.    Alguns compromissos com a comunidade

 

1. Prosseguir a visita, o diálogo e o encontro pessoal, com as famílias pobres, de todas as pobrezas, não deixando que a missão da CSVP se reduza a mera agência de distribuição do Banco Alimentar, mesmo se a organização e distribuição do cabaz é uma das suas ações de grande valor.

2. Continuar a promover a partilha de bens, na Eucaristia, valorizando a mesma, na apresentação dos dons, evidenciando o nexo entre o pão partido da Eucaristia e o pão repartido com os pobres e as dimensões sociais do mistério eucarístico.

3. Promover parcerias com diversos grupos paroquiais, de modo que a caridade seja assumida como dimensão essencial da vida cristã e da vida comunitária:

             i.      Com a Catequese da Infância e Adolescência, desenvolver o sentido do compromisso no serviço da caridade.

             ii.      Com os Crismandos e Grupo de Jovens, ajudar a fazer da experiência do voluntariado social e caritativo, lugar de discernimento vocacional.

            iii.      Com a Catequese de Adultos, promover o envolvimento dos catequizandos em iniciativas e até integração de alguns membros no grupo.

            iv.      Com os Visitadores de Doentes, promover o conhecimento e ajuda recíprocas.

             v.      Com a Pastoral Familiar, colaborar no apoio e visita às famílias.

            vi.      Com o Movimento Fé e Luz colaborar sinalizando e encaminhando os casos de famílias com pessoas marcadas pela deficiência mental.

           vii.     Apoiar a criação do grupo In Manus Tuas. Há várias voluntárias oriundas da CSVP: 

   ·  Maria do Carmo (durante o dia, durante a semana)

  ·  Marília (dia ou noite, durante a semana)

   ·  Margarida Sapudo (durante a semana)

 ·  Isabel (de manhã, durante a semana; quartas à noite)

 ·  Cristina (à noite, exceto terças, sábados e domingos)

 ·  Adélia (à noite)

 

          viii.Com o pároco e diáconos, estar sempre em sintonia, pedindo que, em algumas reuniões (uma por trimestre), se façam presentes.

 

4. Celebrar condignamente o Dia Mundial dos Pobres a 19 de novembro, sob o tema: “Meus filhinhos, não amemos com palavras nem com a boca, mas com obras e com verdade (1 Jo 3,18)”.  Haverá distribuição do cabaz mensal, família a família, na semana anterior. As famílias serão convidadas a participar nas missas das 10h30 e 19h00, nas quais será valorizado o ofertório, como expressão da Eucaristia, enquanto “Sacramento da Caridade”. Para tal, a partilha de bens deve ser feita no domingo anterior (11 e 12 de novembro). Promover a parceria com grupos de crismandos e de jovens e da pastoral familiar.

 

5. Apoiar, em parceria com o IEFP, a formação profissional para desempregados nas famílias protegidas, inscritas no Fundo de Desemprego.

 

6. Participar no almoço de Nossa Senhora do Ó, a 17 dezembro.

 

7. Assinalar o Centenário da Paróquia a 25 de abril, demonstrando o papel da CSVP ao longo destes anos.

 

8. Participar na iniciativa “24 horas para o Senhor”, sábado, 10 de março, 06h00-07h00.

 

9. Participar na Oração do Rosário, no mês de maio: sábado, 26 de maio, 18h00.

 

10. Participar no Dia da Comunidade, a 1 de julho.

 

MEMBROS DA CONFERÊNCIA VICENTINA 2017/2018

 

Ana Cristina da Silva Valente
António Fernando Teixeira Mesquita (colaborador)
António José Carvalho Valente (colaborador)
António José Trindade Ferreira
Avelino Marques Pedreira
Graciosa do Nascimejto Vaz Sousa
Marco Filipe Castro Jorge
Margarida Maria Ramos Afonso
Margarida Marques Sapudo
Maria Adélia Ribeiro Rodrigues
Maria Cristina de Sousa Fernandes
Maria de Jesus Cordeiro Jorge Ferreira Alves
Maria do Carmo Soares Monteiro Santos Coelho
Maria Isabel Beires Fernandes
Marília do Carmo Lopes da Costa
Reinaldo Jaime Ferreira

 

Top
Usamos cookies para garantir uma melhor navegação no site. Ao continuar a utilizar este site, está a dar o seu consentimento. Mais detalhes…