Liturgia e Homilias no XVII Domingo Comum A 2017
Destaque

E o tempo está bom para o sono e para o sonho. E o sonho de Deus tem um nome: é o Reino de Deus. Quando alguém o toca, é semelhante a um homem que encontra uma pérola e um tesouro. 

Homilia no XVII Domingo Comum A 2017

«O Senhor apareceu em sonhos a Salomão durante a noite e disse-lhe: ‘Pede o que quiseres’» (1 Rs 3,3).

 

1. E Salomão não pediu que lhe saísse o Euromilhões, porque seria matar o sonho à nascença.Pediu a sabedoria de um coração inteligente para governar o povo e saber distinguir o bem do mal!Só o pobre, a quem falta alguma coisa, olha para o alto e sonha. Quem tem tudo não pode sonhar! Na Bíblia é recorrente esta imagem do sono e do sonho. Ligado ao repouso, o sono é sinal de confiança e de abandono à providência divina! E, por consequência, o sonho aparece como manifestação dos desejos humanos mais profundos. Talvez porque o homem dormindo já não é dono de si e não oferece resistência, o tempo do sono e do sonho é considerado o momento propício para a manifestação e para o agir de Deus. É pelo sonho que tudo começa. E “é pelo sonho que vamos” (Sebastião da Gama).

2. Logo no princípio da Criação diz-se, na Bíblia, que “Deus plasma a mulher enquanto o homem dorme um sono profundo” (Gn 2, 21)e deste modo o texto sugere que, para encontrar a mulher — e, podemos dizer, para encontrar o amor na mulher — o homem deve primeiro sonhá-la e depois encontrá-la”(Papa Francisco, Audiência, 22.04.2015).O contrário também é verdade. E o sonho prossegue na vida de um casal, desde logo, quando sonham os filhos, como verdadeiros tesouros da sua casa: «Toda a mãe e todo o pai sonharam o seu filho durante nove meses (AL 169).

3. Por isso, diz o Papa Francisco: “Tenho em muito apreço o sonhar em família. Não é possível uma família sem o sonho. Numa família, quando se perde a capacidade de sonhar, os filhos não crescem, o amor não cresce; a vida debilita-se e apaga-se. Por isso, dizia ainda o Papa Francisco às famílias, em Manila: “Antes de mais nada, numa família, sonhai. Não percais esta capacidade de sonhar”, de sonhar a alegria do amor em família, aquela alegria maior e sem preço, aquela “pérola mais preciosa” a brilhar, no colar da família, pela qual nos dispomos a largar mão de tudo.

4.Hoje quero pedir a Deus que nos dê a todos a capacidade de sonhar, porque quando sonhamos coisas grandes, coisas belas, aproximamo-nos cada vez mais do sonho de Deus, do Seu desígnio de amor, por nós e para nós.

Hoje quero pedir a Deus que dê às nossas crianças, adolescentes e jovens, como ao jovem Salomão, a capacidade de sonhar alto, de sonhar grandes ideais, de sonhar o próprio sonho de Deus, de modo a despertar a capacidade de arriscar e de assumir os grandes desafios da vida. Exorto hoje os mais novos: “Falai com os vossos avós, se quiserdes ser esperança do futuro, pois eles são a sabedoria de um povo” (Papa Francisco, 31.07.2016).

Mas para isso, quero também pedir a Deus que nos dê avós sonhadores, não aqueles avós fechados na melancolia da sua história, mas avós chamados a sonhar e a transmitir o seu sonho às novas gerações. Porque os mais novos encontrarão nos sonhos dos avós a força para profetizar e cumprir a sua tarefa.

5. Sonhar é, pois, um exercício de liberdade e de esperança, para todos, na família: pais ou avós, filhos ou netos, crianças, jovens ou idosos. Sonhai que o mundo pode mudar, e esta é uma sementeira que nasce do vosso coração. Sede homens e mulheres com paixões e sonhos. Era só isto que hoje vos queria pedir, dizer e sonhar.

Top
Usamos cookies para garantir uma melhor navegação no site. Ao continuar a utilizar este site, está a dar o seu consentimento. Mais detalhes…